Dodge vai criticar vazamentos seletivos em seu discurso de posse

A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, vai criticar em seu discurso de posse, nesta segunda (18), vazamentos seletivos e ressaltará os danos de condenações midiáticas; ela Também defenderá o respeito ao devido processo legal e levantará a bandeira da harmonia entre os Poderes

 Raquel Dodge
 Raquel Dodge (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, vai criticar em seu discurso de posse, nesta segunda (18), vazamentos seletivos e ressaltará os danos de condenações midiáticas. Ela Também defenderá o respeito ao devido processo legal e levantará a bandeira da harmonia entre os Poderes, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo.

Dodge explicou a colegas do Judiciário que a decisão de criar uma estrutura para revisar delações não tem conexão com caça às bruxas. Ela quer encontrar lacunas para novas investigações. Disse ter medo que, só com os relatos, as acusações não parem de pé.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247