Dono da SmartFit, Edgar Corona impulsionava mensagens contra Rodrigo Maia

O dono da SmartFit, Edgard Gomes Corona, pediu financiamento para impulsionar mensagens contra o Legislativo em grupos de WhatsApp. Ele escreveu: “temos de impulsionar estes vídeos. Precisamos de dinheiro para investir em mkt". Os vídeos eram ataques a Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos deputados

Edgar Corona
Edgar Corona (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dos alvos da operação da Polícia Federal que desbaratou esquema gigantesco de fake news ligado ao governo Bolsonaro, Edgard Gomes Corona agiu em grupos de WhatsApp para atacar o legislativo. 

A reportagem do jornal O Globo destaca que “Edgard está entre os empresários investigados no inquérito que apura fake news e ameaças ao Supremo. Por determinação de Moraes, responsável pelo inquérito, Edgard Corona teve o sigilo bancário e fiscal quebrado, além de ter sido alvo de busca e apreensão na operação desta quarta-feira. Ele deverá ser ouvido pela PF no prazo máximo de 10 dias.

A matéria ainda acrescenta que “em sua decisão, Moraes pontua que o empresário é um dos possíveis financiadores de inúmeras publicações e vídeos com conteúdo ofensivo ao STF, bem como mensagens que defendem a "subversão da ordem" e incentivam a "quebra da normalidade institucional e democrática".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247