Em entrevista ao FT, Dallagnol diz que 'Lava Jato corre risco de sabotagem'

Coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, disse, em entrevista ao jornal britânico Financial Times, que a Lava Jato corre "risco de sabotagem"; egundo ele, "o futuro depende do quanto a sociedade vai defender esta operação"; "O que nós esperamos é que tudo isso gere um movimento na sociedade civil, para que em 2018 aconteça uma virada de página. Se não houver renovação, o maior perigo para a Lava Jato virá depois da eleição", afirmou 

O procurador da República Deltan Dallagnol, que integra o núcleo da Operação Lava Jato, participa de lançamento, no Rio, do projeto 10 Medidas Contra a Corrupção, do MPF (Vladimir Platonow/Repórter da Agência Brasil)
O procurador da República Deltan Dallagnol, que integra o núcleo da Operação Lava Jato, participa de lançamento, no Rio, do projeto 10 Medidas Contra a Corrupção, do MPF (Vladimir Platonow/Repórter da Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, disse, em entrevista ao jornal britânico Financial Times, que a Lava Jato corre "risco de sabotagem". Segundo ele, "o futuro depende do quanto a sociedade vai defender esta operação".

"O que nós esperamos é que tudo isso gere um movimento na sociedade civil, para que em 2018 aconteça uma virada de página. Se não houver renovação, o maior perigo para a Lava Jato virá depois da eleição", afirmou o procurador.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247