Em resposta a ministro, Ubes pede que estudantes filmem degradação de escolas

Em resposta ao ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, que pediu que diretores de escolas de todo o país filmassem os alunos perfilados e cantando o hino nacional, a Ubes lançou uma campanha para os estudantes e professores filmem e divulguem problemas nas escolas, como banheiros quebrados, falta de ventiladores e carteiras, entre outros; "Vamos mostrar os verdadeiros problemas na sala de aula",  disse o presidente da Ubes, Pedro Gorki

Em resposta a ministro, Ubes pede que estudantes filmem degradação de escolas
Em resposta a ministro, Ubes pede que estudantes filmem degradação de escolas

247 - Em resposta ao ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, que nesta semana pediu que diretores de escolas de todo o país filmassem os alunos perfilados e cantando o hino nacional, a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) lançou uma campanha para os estudantes e professores filmem e divulguem problemas nas escolas, como banheiros quebrados, falta de ventiladores e carteiras, entre outros. Já os professores foram estimulados a filmarem seus contracheques para protestar contra os baixos salários.

"Vamos mostrar os verdadeiros problemas na sala de aula, que é a goteira no teto da nossa sala, que é a sala de aula sem professor, porque não pagam salário, que é a quadra e a biblioteca fechadas porque não têm manutenção, que é o chão rachado da nossa escola, que é a nossa escola sem merenda", disse o presidente da Ubes, Pedro Gorki, na página da entidade no Facebook.

As imagens e vídeos ligados às denúncias estão na internet com a hashtag #MinhaEscolaDeVerdade e, segundo a Ubes, devem ser encaminhadas ao Ministério da Educação. O protesto da Ubes ganhou o apoio do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que postou uma mensagem de apoio aos estudantes nas redes sociais.

"Aos colegas professores me permitam sugerir: filmem e fotografem as condições das escolas, a situação das salas de aula e não esqueçam de encaminhar também cópia dos contracheque de todos trabalhadores da educação. Enviem para o Min. Vélez em Brasília", postou o parlamentar no Twitter.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247