Escrachado em NY, Moro é retratado como 'criminoso do ano'

O juiz federal Sérgio Moro foi alvo de protestos nesta terça-feira, 15, em Nova York, contra sua premiação como "Pessoa do Ano" pela Câmara do Comércio Brasil-EUA; organizados pelo coletivo BRADO-NY, dezenas de brasileiros e norte-americanos que levaram cartazes que denunciam o golpe parlamentar no Brasil e a perseguição política ao ex-presidente Lula; em um dos cartazes, Moro é descrito como "criminal of the year" (criminoso do ano) e uma faixa em frente ao Museu de História Natural em Manhattan pedia Lula Livre; "Moro pratica lawfare", diz outro cartaz

O juiz federal Sérgio Moro foi alvo de protestos nesta terça-feira, 15, em Nova York, contra sua premiação como "Pessoa do Ano" pela Câmara do Comércio Brasil-EUA; organizados pelo coletivo BRADO-NY, dezenas de brasileiros e norte-americanos que levaram cartazes que denunciam o golpe parlamentar no Brasil e a perseguição política ao ex-presidente Lula; em um dos cartazes, Moro é descrito como "criminal of the year" (criminoso do ano) e uma faixa em frente ao Museu de História Natural em Manhattan pedia Lula Livre; "Moro pratica lawfare", diz outro cartaz
O juiz federal Sérgio Moro foi alvo de protestos nesta terça-feira, 15, em Nova York, contra sua premiação como "Pessoa do Ano" pela Câmara do Comércio Brasil-EUA; organizados pelo coletivo BRADO-NY, dezenas de brasileiros e norte-americanos que levaram cartazes que denunciam o golpe parlamentar no Brasil e a perseguição política ao ex-presidente Lula; em um dos cartazes, Moro é descrito como "criminal of the year" (criminoso do ano) e uma faixa em frente ao Museu de História Natural em Manhattan pedia Lula Livre; "Moro pratica lawfare", diz outro cartaz (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O juiz federal Sérgio Moro foi alvo de protestos nesta terça-feira, 15, em Nova York, contra sua premiação como "Pessoa do Ano" pela Brazilian-American Chamber of Commerce (Câmara do Comércio Brasil-EUA).

Organizada pelo coletivo BRADO-NY, a manifestação de repúdio reuniu dezenas de brasileiros e norte-americanos que levaram cartazes que denunciam o golpe parlamentar no Brasil e a perseguição política ao ex-presidente Lula, que é mantido como preso político desde 7 de abril na Polícia Federal em Curitiba. 

Em um dos cartazes, Moro é descrito como "criminal of the year" (criminoso do ano) e uma faixa em frente ao Museu de História Natural em Manhattan pedia Lula Livre. "Moro pratica lawfare", diz outro cartaz.

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, comentou o protesto contra Sergio Moro em Nova York. "MORO - CRIMINAL OF THE YEAR (Moro - criminoso do ano) - cartaz em durante protesto contra Sergio Moro, que viajou aos EUA para receber prêmio dos empresários que faturaram alto com o desmonte da economia promovido pela e o golpe de Temer, Cunha, PSDB e DEM", disse Pimenta pelo Twitter. 

Inscreva-se na TV 247 e confira algumas imagens e vídeos do protesto:

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247