Especialistas pressionam Maia para votação de PL que quebra patente de medicamentos contra a Covid-19

O projeto de lei tem como objetivo colocar o chamado licenciamento compulsório em períodos de emergência sanitária

(Foto: José Cruz/Ag.Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um grupo de 84 especialistas da saúde, de diversos países, enviou na última quarta-feira, 20, uma carta ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), pedindo urgência na votação de um projeto de lei que estabelece a quebra de patente temporária para medicamentos e insumos usados no tratamento do coronavírus.

Entre os signatários da carta estão o indiano Anand Grover, que foi relator especial da ONU para a área de Saúde entre 2008 e 2014, além de professores e cientistas ligados a instituições como as universidades de Harvard, York e Leeds.

Houve a adesão de especialistas de 28 países. No Brasil, assinam a carta pesquisadores e professores da Fundação Oswaldo Cruz e de diversas universidades.

O PL foi apresentado à Câmara no início de abril, teve a autoria de 11 deputados federais pertencentes a oito partidos e tem como objetivo colocar o chamado licenciamento compulsório - que permite outras empresas além da criadora do produto possam fabricá-lo e comercializá-lo - em períodos de emergência sanitária.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247