“Esquerda está numa posição muito retranqueira no Brasil”, diz Rui Costa Pimenta

O presidente do PCO fez um apelo às forças progressistas, que, segundo ele, têm uma postura “passiva”. Ele defende grandes protestos contra o governo Bolsonaro: “É preciso colocar 1 milhão de pessoas nas ruas no dia 19 de junho”. Assista

Rui Costa Pimenta
Rui Costa Pimenta
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do Partido da Causa Operária (PCO), Rui Costa Pimenta, em entrevista à TV 247, fez um apelo às forças progressistas para que intensifiquem as mobilizações populares contra o governo Bolsonaro. Para ele, a esquerda é “passiva” diante da situação.

“O Brasil, o povo, os trabalhadores têm a condição de reagir. Nós vimos aí a mobilização do 29 de maio, que foi muito grande, surpreendeu todos os setores. A coisa não anda para frente porque a esquerda tem uma posição muito retranqueira, muito passiva, está muito viciada com esse negócio de ficar lá, fazendo discursinho no Congresso. Seria necessário, primeiro, aproveitar a mobilização que começou, que é visível e concreta, e aprofundá-la. Eu confio que os atos que estão marcados agora para o dia 19 de junho vão ser maiores ainda do que o 29 de maio”, disse Rui.

O presidente do PCO reforçou a palavra de ordem: ‘1 milhão nas ruas contra 1 milhão de mortes pela Covid’. “Acredito que é possível que tenha tido 400 mil pessoas no 29 de maio, porque foram muitos atos. O de São Paulo foi muito grande e de outros estados também. A tendência da mobilização é muito forte. Nós, por exemplo, lançamos a palavra de ordem: 1 milhão nas ruas contra 1 milhão de mortes pela Covid. Devíamos colocar 1 milhão de pessoas nas ruas no dia 19. Se a esquerda se mantiver unificada e impulsionar esse movimento, esse é o grande problema da situação politica”, avaliou. 

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email