EUA alertam americanos para evitar Bahia

Aps o cancelamento de eventos culturais e aulas, rgos de Justia do Estado suspendem atividades; Centro Adminitrativo da Bahia, que fica na mesma rea da Assembleia ocupada pelos grevistas, tambm foi prejudicado; embaixada dos EUA aconselha cidados americanos a adiar visita a Salvador

EUA alertam americanos para evitar Bahia
EUA alertam americanos para evitar Bahia (Foto: ARESTIDES BAPTISTA/AGÊNCIA ESTADO)

Agência Brasil – A greve da Polícia Militar da Bahia levou à suspensão do funcionamento de vários órgãos da Justiça nesta segunda-feira (6). A necessidade de preservar a integridade física dos funcionários e dos cidadãos foi a explicação dada para a medida. Também foi alegada a dificuldade de acionar o Centro Administrativo da Bahia caso necessário. O centro está localizado na mesma área da Assembleia Legislativa baiana, que foi ocupada pelos grevistas.

Os três níveis de Justiça na Bahia (Estadual, Federal e Trabalhista) não funcionaram ou encerraram o expediente mais cedo. Os prazos processuais também foram suspensos e os tribunais passaram para regime de plantão apenas para os casos urgentes. O mesmo ocorreu com as três vertentes do Ministério Público.

Na Defensoria Pública do estado, o expediente terminou às 17h, e na Defensoria Pública da União, foram atendidos apenas os cidadãos que já estavam na sede do órgão até as 14h, assim como os casos urgentes envolvendo questões criminais, de saúde e questões decorrentes do movimento grevista.

Carnaval

O Departamento de Estado dos Estados Unidos divulgou um alerta de viagem no qual aconselha aos americanos que, se puderem, adiem viagens à Bahia por causa da greve dos policiais militares. “Os cidadãos americanos são aconselhados a acompanhar as reportagens da imprensa sobre as condições da segurança em Salvador e no estado da Bahia e a considerar adiar viagens não essenciais a essas áreas até que as condições de segurança estejam estabilizadas”, diz a nota, publicada na página da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil na internet.

Na nota, o governo dos EUA alerta que a greve afetou a segurança em destinos turísticos e de comércio popular na capital Salvador e que foram registrados saques a lojas, arrastões e bloqueio de ruas e estradas. "Até o momento, não houve relatos de violência contra cidadãos americanos na área. As forças de segurança nacional do Brasil foram chamadas para manter a ordem e, segundo consta, já estão destacadas na cidade”, acrescenta.

Foram registradas mais de 80 mortes na Bahia desde o início da paralisação da Polícia Militar do estado. A Justiça decretou a greve ilegal e expediu 12 mandados de prisão. O movimento começou na última quarta-feira (1º).

Outra orientação do Departamento de Estado norte-americano é para que os turistas norte-americanos e aqueles que moram no Brasil se cadastrem no Programa Inteligente de Registro de Viajantes para receber informações sobre segurança no país.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247