Exército cogita remover à força mulheres dos batalhões da PM

Sem solução para o caos na segurança do Espírito do Santo, que já deixou 138 mortos, o Exército avalia uma medida extrema: usar a força contra mulheres que acampam diante dos batalhões e impedem os maridos de sair para o trabalho

mulheres de PMS
mulheres de PMS (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Sem solução para o caos na segurança do Espírito do Santo, que já deixou 138 mortos, o Exército avalia uma medida extrema: usar a força contra mulheres que acampam diante dos batalhões e impedem os maridos de sair para o trabalho.

"O plano de ação das Forças Armadas no Espírito Santo não se limita a restabelecer e manter a segurança nas ruas de Vitória e cidades vizinhas. Prevê um leque de providências que Inclui a remoção de mulheres de policiais militares que acampam há mais de uma semana defronte dos quarteis da PM", informa o jornalista Josias de Souza.

"Consta do planejamento o uso da força, se necessário. A medida, considerada extrema, foi mencionada em reunião de autoridades federais e estaduais, neste sábado, na sede do governo capixaba."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247