Fascistas tentam intimidar deputada

Afastada de suas atividades para tratar de problemas de saúde de um filho com deficiência física, a deputada Zenaide Maia (PR), do Rio Grande do Norte, foi vítima de fascistas que defendem o golpe na frente de sua casa. Em nota, ela relata a agressão, defende a democracia e pede respeito; leia íntegra

Afastada de suas atividades para tratar de problemas de saúde de um filho com deficiência física, a deputada Zenaide Maia (PR), do Rio Grande do Norte, foi vítima de fascistas que defendem o golpe na frente de sua casa. Em nota, ela relata a agressão, defende a democracia e pede respeito; leia íntegra
Afastada de suas atividades para tratar de problemas de saúde de um filho com deficiência física, a deputada Zenaide Maia (PR), do Rio Grande do Norte, foi vítima de fascistas que defendem o golpe na frente de sua casa. Em nota, ela relata a agressão, defende a democracia e pede respeito; leia íntegra (Foto: Romulo Faro)

247 - Afastada de suas atividades para tratar de problemas de saúde de um filho com deficiência física, a deputada Zenaide Maia (PR), do Rio Grande do Norte, foi vítima de fascistas que defendem o golpe na frente de sua casa. Em nota, ela relata a agressão, defende a democracia e pede respeito. Abaixo a íntegra.

Nota à imprensa

Um grupo de pessoas extremamente agressivas veio hoje à minha casa com trio elétrico gritando palavrões, insultando minha família e soltando fogos de artifício. Aparentemente partidários do Cunha e do Temer e com atitudes que lembram a era Hitler, falavam sobre o processo de impeachment.

Eu já informei através da imprensa, há alguns dias, que estou afastada de minhas atividades parlamentares devido a um sério problema de saúde do meu filho, que tem deficiência.

A ocorrência de hoje ultrapassou todos os limites. Na ocasião, cheguei a sair à rua para pedir que parassem ao menos os fogos de artifício porque estavam afetando o meu filho, que está em recuperação de uma grave crise, há mais de quinze dias, como divulguei. Além de não ter sido ouvida voltaram a me dirigir insultos ainda mais desrespeitosos, sobretudo para uma mulher e mãe de família.

Atos desta natureza que atentam contra os direitos individuais são inaceitáveis e não podem, nem de longe, ser confundidos com liberdade de expressão ou de opção política - institutos democráticos que respeito e pelos quais lutei ao longo da vida.

Repudio com veemência o ataque intimidatório, constrangedor e antidemocrático que eu e minha família sofremos.

Zenaide Maia
Deputada federal

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247