Filha do ministro da Pesca sofre sequestro-relâmpago

Deborah Crivella foi abordada quando estava parada dentro de seu carro, numa rua de Brasília; ela conseguiu fugir, mas o veículo está desaparecido; em sua página no Twitter, ela conta que o bandido chorou durante a ação

Filha do ministro da Pesca sofre sequestro-relâmpago
Filha do ministro da Pesca sofre sequestro-relâmpago (Foto: Divulgação_Agência Brasil)

Brasília 247 – O sequestro-relâmpago é um crime que não tem mais hora para acontecer em Brasília. Na tarde de quarta-feira 22, a vítima foi Deborah Christine Crivella, de 30 anos, filha do ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella.

Deborah estava parada dentro do seu Hyundai ix35, na comercial da 408 Sul, quando foi abordado por um homem armado. A suspeita é de que o criminoso estivesse drogado. Em sua página na rede social twitter, a jovem escreveu que sua primeira atitude foi pedir proteção a Deus. "Você tá amarrado em nome de Jesus! Na minha vida você não toca!", escreveu.

Com uma arma na cabeça, Deborah dirigiu até o setor de chácaras da Ceilândia pela BR 070. Também no twitter ela conta que o seqüestrador chorou. "Hoje durante o meu sequestro, pedi para o bandido para eu ligar suas músicas (se referindo ao colega @thallesrobertoo)... Ele foi ouvindo e chorando", descreveu.

Com o veículo parado e um descuido do criminoso, Deborah conseguiu fugir sem ferimentos e levando a bolsa. O carro ainda não foi encontrado. Na semana passada, o Distrito Federal registrou 16 casos de sequestros-relâmpagos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247