General Santos Cruz não crê em golpe militar em 2022, mas acusa Bolsonaro de irresponsabilidade

Ex-ministro de Bolsonaro e hoje um crítico severo de Bolsonaro, Santos Cruz diz que a fala do presidente de que no Brasil será pior do que nos EUA em 2022 é uma "irresponsabilidade"

General Santos Cruz e Jair Bolsonaro
General Santos Cruz e Jair Bolsonaro (Foto: ABr | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro, não vê risco de apoio das forças armadas e policiais a um eventual golpe em 2022 no Brasil, apesar da política de aliciamento de militares pelo titular da Presidência da República.

Segundo o general, os militares "são profissionais, não dão suporte a aventureiros". Santos Cruz pede que disseminadores de fake news e de discurso de ódio sejam punidos desde já para que cenas como as da invasão do Capitólio nos EUA não se repitam no Brasil, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

Sobre a fala de Bolsonaro de que no Brasil será pior do que nos EUA, ele diz se tratar de "irresponsabilidade".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email