Gilmar Mendes diz que caso Lula no STF se tornou algo “muito maior”

O ministro do STF diz que o caso da suspeição de Moro ultrapassou a "questão Lula" e se tornou algo "muito maior". Para ele, o tempo “tem feito bem” ao assunto, porque progressivamente têm sido reveladas as entranhas da Lava Jato

Gilmar Mendes e o ex-presidente Lula
Gilmar Mendes e o ex-presidente Lula (Foto: ABr | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou que o julgamento da suspeição de Sergio Moro ultrapassou a "questão Lula" e se tornou algo "muito maior", informa Bela Megale. Gilmar pretende pautar o julgamento para as próximas semanas. A interlocutores, o ministro tem dito que o tempo “tem feito bem” a este caso. Quanto mais revelações aparecem, mais Moro se desmoraliza e o caráter criminoso da Lava Jato aparece à tona, especialmente depois das informações da Operação Spoofing terem se tornado públicas.

Gilmar Mendes  já disse que pretende pautar neste semestre o julgamento da suspeição de Sergio Moro, no caso do triplex atribuído a Lula. A ação está parada desde de 2018, quando o magistrado pediu vista. O voto de Gilmar Mendes no caso da suspeição de Moro está “praticamente pronto”, mas o magistrado confidenciou a auxiliares que, a cada dia, coloca uma informação nova em sua manifestação. 

Desde janeiro, a defesa de Lula, que conseguiu acesso ao material no STF, passou a levar à corte petições com diálogos atribuídos a Moro e aos procuradores da Lava-Jato. Gilmar chegou a ler trechos dessas conversas no voto que proferiu no julgamento que confirmou o direito do petista de acessar as mensagens. A manifestação do ministro foi considerada a mais dura daquela sessão.

Assista ao Boletim da TV 247 do dia em que o STF liberou a divulgação da Operação Spoofing:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email