Golpista arrependido, Paulinho usará inserções contra reforma de Temer

Apesar de compor a base aliada de Michel Temer, o partido Solidariedade, do golpista arrependido Paulinho da Força, irá atacar a reforma da Previdência em suas inserções de rádio e tevê; os ataques às mudanças acontecem em um momento em que o Planalto faz uma ofensiva publicitária para tentar popularizar as mudanças; programas do Solidariedade vão atacar dois pilares do texto: a idade mínima de 65 anos e a exigência de 49 anos de contribuição

Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD)
Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O partido Solidariedade, da base de apoio da administração de Michel Temer, vai usar suas inserções em rede nacional para atacar a reforma da Previdência do governo. O partido vai atacar dois pilares do texto: a idade mínima de 65 anos e a exigência de 49 anos de contribuição. A veiculação, em abril, deve coincidir com a votação do relatório na comissão e com as discussões em plenário.

As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

"Diante da pressão feita por parlamentares, o governo já admite ceder em pelo menos dois pontos da reforma: as regras de transição e a proposta de que o benefício de prestação continuada não tenha mais o mesmo valor do salário mínimo."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247