Governadores do Nordeste pedem a Bolsonaro revisão do corte de universidades

11 governadores do Nordeste se reuniram com o presidente Jair Bolsonaro e entregaram carta reivindicando a revisão dos cortes de verbas para universidades e institutos federais e a retomada de obras federais na região

Governadores do Nordeste pedem a Bolsonaro revisão do corte de universidades
Governadores do Nordeste pedem a Bolsonaro revisão do corte de universidades

247 - Nesta quinta-feira (9), 11 governadores do Nordeste se reuniram com o presidente Jair Bolsonaro em audiência no Palácio do Planalto onde entregaram carta reivindicando a revisão dos cortes de verbas para universidades e institutos federais e a retomada de obras federais na região.

"Hoje estivemos em audiência com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e entregamos um documento em que pleiteamos o novo FUNDEB para a Educação e a revisão dos cortes em Universidades e Institutos Federais", relatou o governo do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), em sua página nas redes sociais.

Além de Flávio Dino, a reunião contou com os governadores Renan Filho (Alagoas); Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte); Wellington Dias)(Piauí); João Azevedo (Paraíba); Camilo Santana (Ceará); Paulo Câmara (Pernambuco); e Belivaldo Chagas (Sergipe).

O grupo reivindica a prorrogação e ampliação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

No documento entregue ao presidente, além dos pontos com foco na área de educação, os governadores também pedem a retomada urgente de obras federais na região Nordeste, "visando o crescimento econômico e a geração de empregos, com especial destaque para obras rodoviárias, de segurança hídrica e habitacional".

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), disse que o anúncio de corte de 30% nas universidades e institutos federais "é uma preocupação para a manutenção e o funcionamento de todas as instituições, e os reitores tem cobrado a nós governadores".

O encontro contou ainda com a participação dos ministros da Economia, Paulo Guedes, da Secretaria de Governo, Carlos Alberto Santos Cruz, de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o Advogado-Geral da União, Luiz de Almeida.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247