Governo Bolsonaro libera contratação de empresas condenadas por fraudes

Para combater a pandemia, o Ministério da Saúde já havia fechado pelo menos 30 contratos por dispensa de licitação até este sexta-feira. Valores superam R$ 150 milhões para compra de equipamentos e leitos de UTI

Pessoas com máscara para se proteger do coronavírus e Jair Bolsonaro
Pessoas com máscara para se proteger do coronavírus e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo de Jair Bolsonaro liberou a contratação de empresas condenadas por fraudes e cprrupção junto à administração pública enquanto durarem as medidas emergenciais contra a pandemia de coronavírus. 

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, até a tarde desta sexta-feira, 3, o Ministério da Saúde havia fechado pelo menos 30 contratos por dispensa de licitação, por valores que superam a soma de R$ 150 milhões, para compra de equipamentos, leitos de UTI e outros produtos.

O governo já liberou mais de R$ 5 bilhões para aquisições na pasta da Saúde. Em entrevista coletiva, o ministro Luiz Henrique Mandetta disse que tem auxiliado o Ministério da Saúde no sentido de mitigar os riscos na realização das compras. 

“Dentro da área de auditoria estamos tentando não criar nenhum tipo de problema, tentando mitigar esses problemas”, disse Mandetta.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email