Guedes ameaça deputados: podem acabar lá no Sérgio Moro

Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou durante uma reunião com parlamentares no palácio do Planalto de que eles poderiam "acabar parando lá no Sérgio Moro (ministro da Justiça)" caso as negociações políticas continuassem a serem feitas com base na ocupação de cargos no governo federal; líder do PRB, Johnatan de Jesus (RR), reagiu e afirmou que o governo precisa aprender a fazer política e que isso inclui a ocupação de cargos no Estados; diante da reação, Guedes teria pedido desculpas

Guedes ameaça deputados: podem acabar lá no Sérgio Moro
Guedes ameaça deputados: podem acabar lá no Sérgio Moro (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou durante uma reunião com parlamentares no palácio do Planalto de que eles poderiam "acabar parando lá no Sérgio Moro (ministro da Justiça)" caso as negociações políticas continuem a serem feitas com base na ocupação de cargos no governo federal. O líder do PRB, Johnatan de Jesus (RR), reagiu e afirmou que o governo precisa aprender a fazer política e que isso inclui a ocupação de cargos no Estados. Diante da reação, Guedes teria pedido desculpas.

Segundo reportagem do jornal O Globo, o entrevero aconteceu na última segunda-feira (22), durante uma reunião da qual participavam o governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) e deputados estaduais, além do próprio presidente Jair Bolsonaro. A reunião visava discutir assuntos de interesses do Estado, como a construção de um linhão para reduzir a dependência da energia importada da Venezuela, mas acabou por debater a nomeação do superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Neste momento Guedes, que teria chegado atrasado à reunião, teria interrompido os parlamentares e feito a ameaça de levar o caso a Moro. Segundo parlamentares que teriam presenciado a cena, Guedes teria dito que os parlamentares de primeiro mandato são eleitos com uma visão idealista, mas que depois acabam fazendo a chamada "velha política". O ministro também teria dito que se as negociações em torno de cargos na administração federal se dessem em torno de pessoas que cometessem algum tipo de irregularidades, os parlamentares poderiam "acabar parando lá no Sérgio Moro".

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email