Há uma invasão evangélica com apoio da Funai para disseminar que a vacina é 'obra do demônio', denuncia liderança indígena

A líder indígena Cristiane Julião Pankararu denunciou à TV 247 no programa Giro das 11 o horror pelo qual diversas comunidades dos povos originários estão passando. Pastores e líderes evangélicos radicais estão atuando nas reservas com apoio da Funai para desencorajar os indígenas a tomarem a vacina contra Covid. Assista

(Foto: ABr Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A líder indígena Cristiane Julião Pankararu denunciou no Giro das 11, da TV 247, o horror pelo qual diversas comunidades vêm passando durante a pandemia da Covid-19. Além de serem um dos grupos sociais mais afetados, ela denunciou o abuso praticado por grupos evangélicos e pela própria Funai, com pastores e líderes evangélicos pressionando os indígenas a não tomarem a vacina, com um discurso negacionista.

"A vacina está chegando aos territórios indígenas, mas está havendo uma invasão de pastores e líderes evangélicos nos territórios, com apoio da Funai, para disseminar a ideia de que a vacina é 'uma obra do demônio' e que os indígenas que tomarem irão morrer”, afirmou Cristiane. 

Ela explicou como alguns pastores conseguem acesso aos territórios: “Há pastores que estão tendo entrada nos territórios indígenas com apoio da Funai e dizem que os indígenas estão sendo usados como cobaias, para experiência. Isso está acontecendo em todo o Brasil", disse. 

Cristiane Pankararu integra a APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil), a APOINME (Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo), e o Coletivo Voz das Mulheres Indígenas.

A aldeira de Cristiane chama-se Brejo dos Padres e fica no baixo São Francisco, na tríplice fronteira com Alagoas e Bahia. Os municípios mais próximos são Delmiro Gouveia e Paulo Afonso. Há outros territórios do povo no médio São Francisco, em Pernambuco (na Área Indígena Pankararu e Terra Indígena Entre Serras), e no norte da Serra do Ramalho, no município de Bom Jesus da Lapa, no estado da Bahia (na Área Indígena Vargem Alegre). Há um grupo pankararu que mora na favela do Real Parque em São Paulo.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email