Haddad: mídia não condena fascistas e suas bandeiras contra democracia

O ex-prefeito de São Paulo e ex-candidato a presidente, Fernando Haddad (PT-SP), criticou o tom que a grande mídia usou na cobertura dos atos em defesa de Jair Bolsonaro, ocorridos neste domingo (26); em sua visão, o elemento fascista do ato foi encoberto pela imprensa; "O que preocupa é que os grandes grupos de comunicação não emitiram sinais inequívocos de compromisso com a democracia", disse ele 

Haddad: mídia não condena fascistas e suas bandeiras contra democracia
Haddad: mídia não condena fascistas e suas bandeiras contra democracia

247 - O ex-prefeito de São Paulo e ex-candidato a presidente, Fernando Haddad (PT-SP), criticou o tom que a grande mídia usou na cobertura dos atos em defesa de Jair Bolsonaro, ocorridos neste domingo (26). Em sua visão, o elemento fascista do ato foi encoberto pela imprensa. "O que preocupa é que os grandes grupos de comunicação não emitiram sinais inequívocos de compromisso com a democracia", disse ele. 

 

Haddad completou sua análise chamando a consciência dos setores progressistas: "Que trabalhadores e estudantes saibamos fazer a leitura deste momento crucial da nossa história. #30". 

Ainda comentando sobre as manifestações, Haddad replicou em sua página do Twitter uma postagem do Portal Sensacionalista, página que usa do humor para comentar os principais fatos políticos do País. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247