Homens que querem comprar arma têm visão menos positiva do feminismo

Para 9 entre 10 pessoas, a violência contra mulheres aumentou, segundo pesquisa Datafolha; a visão do feminismo é menos positiva na parcela de 30% dos homens que dizem pretender comprar armas para se defender, a partir da flexibilização promovida pelo governo

Homens que querem comprar arma têm visão menos positiva do feminismo
Homens que querem comprar arma têm visão menos positiva do feminismo (Foto: Sputnik / Thiago de Araújo)

247 - Pesquisa Datafolha que revelou que o feminismo tem maior apoio entre os homens do que entre as mulheres no Brasil aponta também um recorte para a violência contra a mulher. Para 9 entre 10 pessoas, a violência contra mulheres aumentou. 

Os maiores índices são registrados entre mulheres (93%) e brasileiros com ensino médio (94%). Nesses dois grupos, 85% e 86%, respectivamente, concordam totalmente com a afirmação de que cresceu a violência contra mulheres.

Outro dado importante trazido pela pesquisa é o de que a visão do feminismo é menos positiva na parcela de 30% dos homens que dizem pretender comprar armas para se defender, a partir da flexibilização promovida pelo governo Bolsonaro. Pesquisa do núcleo de gênero do Ministério Público de São Paulo mostra que 42% das agressões contra mulheres ocorre na casa da vítima, lembra reportagem da Folha sobre a pesquisa.

Entre os que querem se armar, 47% dizem que o feminismo causa mais prejuízos que benefícios para a sociedade, e 40% veem mais benefícios. No outro grupo (os 70% que não pretendem se armar), a maioria (52%) vê mais benefícios que prejuízos; 38% acham o contrário.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247