'Identitarismo é uma ideologia das grandes corporações', diz Aldo Rebelo

“O capitalismo financeiro usa o identitarismo para criar uma ilusão de igualdade”, disse o ex-ministro à TV 247. Assista

www.brasil247.com - Aldo Rebelo
Aldo Rebelo (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)


247 - O ex-ministro Aldo Rebelo, que dias atrás classificou a linguagem neutra como “inaceitável”, explicou à TV 247 sua posição. Para ele, o “identitarismo” é “uma criação das grandes corporações”.

“É uma permuta. As corporações, o capitalismo, o sistema financeiro transformou a luta identitária em uma ilusão de igualdade para negar a igualdade, como se fosse possível igualdade de gênero, de raça, linguística, de orientação sexual sem que esse sistema fosse alterado”, disse.

Para ele, por meio do identitarismo, o sistema capitalista faz concessões às chamadas “minorias”, desde que o próprio sistema não precise ser alterado. “Então eu sou o sistema financeiro, demito 1 milhão de trabalhadores, mulheres, negros, e apareço nos jornais e na mídia prometendo uma vaga, uma cota na direção do meu banco para negros escolarizados da alta classe média, que têm uma educação refinada. Em troca, você abdica da luta pela igualdade. O identitarismo é uma plataforma deles. É um acordo sinistro de renúncia à luta pelo direito dos negros, pobres, das mulheres, e você oferece um espaço para setores desses movimentos de classe média dentro das corporações. Em troca, você não toca no sistema”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email