'Indicação de Telhada desrespeita fundadores do PSDB'

Um dos criadores do PSDB e Secretário Nacional dos Direitos Humanos (1997 e 2000) na gestão de Fernando Henrique Cardoso, sociólogo Paulo Sérgio Pinheiro diz que a decisão de nomear o ex-comandante da Rota Coronel Telhada para a Comissão de Direitos Humanos “desrespeita” os fundadores do partido e especialmente a “memória” de dois deles: Franco Montoro e Mário Covas, ex-governadores de São Paulo; “O Telhada é suspeito de participar de mortes comandadas pela Rota [...] Eu acho que esse currículo não é o mais adequado para participar de uma comissão de direitos humanos”

Um dos criadores do PSDB e Secretário Nacional dos Direitos Humanos (1997 e 2000) na gestão de Fernando Henrique Cardoso, sociólogo Paulo Sérgio Pinheiro diz que a decisão de nomear o ex-comandante da Rota Coronel Telhada para a Comissão de Direitos Humanos “desrespeita” os fundadores do partido e especialmente a “memória” de dois deles: Franco Montoro e Mário Covas, ex-governadores de São Paulo; “O Telhada é suspeito de participar de mortes comandadas pela Rota [...] Eu acho que esse currículo não é o mais adequado para participar de uma comissão de direitos humanos”
Um dos criadores do PSDB e Secretário Nacional dos Direitos Humanos (1997 e 2000) na gestão de Fernando Henrique Cardoso, sociólogo Paulo Sérgio Pinheiro diz que a decisão de nomear o ex-comandante da Rota Coronel Telhada para a Comissão de Direitos Humanos “desrespeita” os fundadores do partido e especialmente a “memória” de dois deles: Franco Montoro e Mário Covas, ex-governadores de São Paulo; “O Telhada é suspeito de participar de mortes comandadas pela Rota [...] Eu acho que esse currículo não é o mais adequado para participar de uma comissão de direitos humanos” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O sociólogo Paulo Sérgio Pinheiro se juntou a outros tucanos históricos na assinatura de um manifesto da Comissão Justiça e Paz de São Paulo, ligada à Arquidiocese de São Paulo, que pede ao líder do PSDB na Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Carlão Pignatari, que revogue a nomeação e do ex-comandante da Rota Coronel Telhada para a Comissão de Direitos Humanos da Casa.

Um dos criadores do PSDB e Secretário Nacional dos Direitos Humanos (1997 e 2000) na gestão de Fernando Henrique Cardoso, ele diz que a decisão “desrespeita” os fundadores do partido e especialmente a “memória” de dois deles: Franco Montoro e Mário Covas, ex-governadores de São Paulo.

“Nós consideramos que essa indicação é inadequada para o PSDB”, disse. “O Telhada é suspeito de participar de mortes comandadas pela Rota [...] Eu acho que esse currículo não é o mais adequado para participar de uma comissão de direitos humanos”, disse em entrevista à Carta Capital (leia aqui).

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247