Internet gratuita para alunos da rede pública do DF não saiu do papel

Promessa de fornecimento de internet gratuita para estudantes e professores da rede pública de ensino do Distrito Federal tem mais de dois meses e ainda não saiu do papel. Alunos seguem usando material impresso distribuído nas escolas

Ibaneis Rocha
Ibaneis Rocha (Foto: Renato Alves/Agência Brasília)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A promessa de mais de dois meses do Governo do Distrito Federal de fornecer internet gratuita para alunos e professores da rede pública de ensino, por conta da pandemia da Covid-19, ainda não saiu do papel. Estudantes sem acesso a conexão seguem contando apenas com o material impresso distribuído nas escolas. A informação é do portal G1.

As "lições" continuam sendo entregues semanalmente, com responsabilidade pelo pagamento por pais ou responsáveis. Nildes Gonçalves da Rocha, mãe de três alunos, conta que os filhos dividem a internet de um único celular com rede móvel limitada. "Só não fico totalmente perdida porque tem o material impresso", relata.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247