Ipsos: Lula ainda dá baile nos caciques tucanos

Mesmo sem mandato, perseguido por parte da mídia conservadora e acusado sem provas na Lava Jato, o ex-presidente Lula tem a imagem menos desgastada que os quatro caciques tucanos: Aécio Neves (MG), José Serra (SP), Fernando Henrique Cardoso (SP) e Geraldo Alckmin (SP); é o que mostra pesquisa Ipsos divulgada neste sábado; Lula é reprovado por dois terços dos entrevistados enquanto que os quatro tucanos amargam desaprovação que varia entre 73% e 91%; o mais rejeitado é o senador Aécio Neves, com 91% de rejeição; o mineiro só perde para Michel Temer (PMDB), o campeão, com 93% de desaprovação; Lula vem fazendo seu giro pelo Nordeste e afirmou na sexta-feira que existe uma "trama" para impedir sua candidatura em 2018

Lula com o chapéu do caboclo-de-lança, do maracatu rural. Usina Maravilha, município de Goiana (PE) Foto Ricardo Stuckert
Lula com o chapéu do caboclo-de-lança, do maracatu rural. Usina Maravilha, município de Goiana (PE) Foto Ricardo Stuckert (Foto: José Barbacena)

247 - Mesmo sem mandato, perseguido por parte da mídia conservadora e acusado sem provas na Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem desaprovação menor que quatro cacique tucanos: Aécio Neves (MG), José Serra (SP), Fernando Henrique Cardoso (SP) e Geraldo Alckmin (SP). É o que mostra pesquisa Ipsos divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo.

Lula é reprovado por 66% dos entrevistados enquanto que os quatro tucanos amargam uma desaprovação que varia entre 73% e 91%. O mais rejeitado é o senador Aécio Neves, com 91% de rejeição. Ele só perde para Michel Temer (PMDB), o campeão, com 93% de desaprovação na pesquisa.

A pesquisa não revela os motivos da rejeição aos políticos, diz o texto do Estadão. Mas a desaprovação a Aécio teve um salto a partir de junho, quando o senador foi acusado pela Procuradoria-Geral da República de receber recursos irregulares do grupo JBS. Na época, o tucano chegou a ser afastado do mandato de senador por decisão liminar do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal.

O Estadão ouviu cientistas políticos e eles afirmaram que a pesquisa mostra que o quadro para 2018 é imprevisível. “O imprevisto é o provável”, afirmou Cláudio Couto, da Fundação Getulio Vargas. “

Giro pelo Nordeste

O ex-presidente Lula vem fazendo um giro pelo nordeste. Na sexta-feira (25). em Recife, Lula reafirmou que o povo não pode desanimar, e que há uma "trama" para impedir sua possível candidatura à Presidência em 2018.

"Eles falam em muitas tramas. Eu não sei se serei candidato, mas se eu for candidato é pra ganhar". E emendou: "só vou parar de lutar quando o povo tiver conquistado todos os seus direitos".

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247