Isadora, o começo de uma revolução no ensino

Aluna de escola pública, ela expôs nas redes sociais as mazelas da instituição onde estuda e atraiu mais de 30 mil fãs no Facebook

Isadora, o começo de uma revolução no ensino
Isadora, o começo de uma revolução no ensino (Foto: Divulgação)

Do ABCCuritiba – A menina da foto é a Isadora Faber. Ela tem 13 anos e estuda em uma escola municipal de Florianópolis. Como muitas outras escolas públicas, a dela tem problemas: portas quebradas, instalação elétrica precária, professores que não conseguem dar aula, etc. Isadora resolveu falar desses assuntos em público, contrariando o pacto de silêncio que mantém o ensino público brasileiro do jeito que ele é. A menina montou a página Diário de Classe, no Facebook. Ganhou a aprovação de mais de 6 mil pessoas na internet, mas não fez lá muito sucesso entre os funcionários e gestores da escola. A menina chegou a ser pressionada para retirar determinados conteúdos do ar e é olhada com desprezo pelas tias da cantina. Isadora já chegou a ouvir da diretora que ela teria que aguentar as conseqüências do que havia feito.

Hoje, tive a chance de falar com Isadora. Ela me disse que quer ser jornalista. Mal sabe a menina que já fez mais pela profissão que muitos medalhões bem pagos para sentar atrás das bancadas dos nossos telejornais. Com mais algumas Isadoras, o Brasil poderá enfim fazer aquela revolução educacional de que tanto precisa. Ouça aqui a entrevista dela.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247