Itamaraty condena atentado em Cabul

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que "o governo brasileiro recebeu com consternação a notícia de mais um atentado em Cabul, na manhã de hoje, reivindicado pelo Estado Islâmico, durante uma manifestação pacífica, e que teria feito mais de 80 mortos"; "O Brasil apóia firmemente os esforços do governo do Afeganistão no sentido de conter atos de violência sectária. Tais esforços terão reflexos importantes para a estabilidade de toda a região”, finaliza a nota; o Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que "o governo brasileiro recebeu com consternação a notícia de mais um atentado em Cabul, na manhã de hoje, reivindicado pelo Estado Islâmico, durante uma manifestação pacífica, e que teria feito mais de 80 mortos"; "O Brasil apóia firmemente os esforços do governo do Afeganistão no sentido de conter atos de violência sectária. Tais esforços terão reflexos importantes para a estabilidade de toda a região”, finaliza a nota; o Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque
Em nota, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que "o governo brasileiro recebeu com consternação a notícia de mais um atentado em Cabul, na manhã de hoje, reivindicado pelo Estado Islâmico, durante uma manifestação pacífica, e que teria feito mais de 80 mortos"; "O Brasil apóia firmemente os esforços do governo do Afeganistão no sentido de conter atos de violência sectária. Tais esforços terão reflexos importantes para a estabilidade de toda a região”, finaliza a nota; o Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque (Foto: Leonardo Lucena)

Michèlle Canes Repórter - Agência Brasil

O Ministério das Relações Exteriores  divulgou nota à imprensa condenando o atentado ocorrido em Cabul neste sábado (23).

“O governo brasileiro recebeu com consternação a notícia de mais um atentado em Cabul, na manhã de hoje, reivindicado pelo Estado Islâmico, durante uma manifestação pacífica, e que teria feito mais de 80 mortos”, diz o texto.

A nota diz que o governo brasileiro condena “este ato de barbárie” e expressa solidariedade às famílias das vítimas, à população e também ao governo do Afeganistão.

"O Brasil apóia firmemente os esforços do governo do Afeganistão no sentido de conter atos de violência sectária. Tais esforços terão reflexos importantes para a estabilidade de toda a região”, finaliza a nota.

Segundo a Agência Ansa, o atentado terrorista do grupo Estado Islâmico (EI) em Cabul deixou cerca de 80 pessoas mortas e mais de 200 feridos. O ato aconteceu durante um protesto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247