João Azevêdo, do PSB, vence governo da Paraíba

Lucélio Cartaxo (PV) aparece em segundo lugar, com 23,38% dos votos válidos. Filiado ao PSB desde 2011, o governador eleito da Paraíba disputou este ano sua primeira eleição

João Azevêdo, do PSB, vence governo da Paraíba
João Azevêdo, do PSB, vence governo da Paraíba
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil - O candidato João Azevêdo Lins Filho (PSB) garantiu a vitória na disputa para o governo da Paraíba em primeiro turno, com 58,12% dos votos válidos até o momento. Lucélio Cartaxo (PV), em segundo lugar, com 23,38% dos votos válidos. Filiado ao PSB desde 2011, o governador eleito da Paraíba disputou este ano sua primeira eleição.

Até agora foram apurados 92,21% das urnas. Os votos brancos somam 4,61% e os nulos, 16,17%. A abstenção está em 14,97%.

João Azêvedo era apoiado pelo atual governador, Ricardo Coutinho, também do PSB. Azevêdo foi secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia do governo de Coutinho.

O governador eleito é formado em engenharia civil pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Em 1988, foi secretário de Serviços Urbanos da Prefeitura de João Pessoa, secretário de Planejamento da Prefeitura de Bayeux (2004) e chefe de Gabinete da Sedurb (2005). No mesmo ano, assumiu a Secretaria de Habitação, em dezembro, como secretário adjunto.

Secretário estadual por sete anos, João Azevêdo, como é chamado, foi alçado à condição de candidato pelo governador João Coutinho (PSB) e derrotou o ex-governador José Maranhão (MDB). Formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), é professor do Instituto Federal de Educação Tecnológica da Paraíba desde 1982.

Apesar de ter disputado a primeira eleição, Azevêdo construiu sua carreira no serviço público. Além de professor foi diretor do serviço de Previdência do estado, secretário municipal de João Pessoa (1986-1989) e de Bayeux (2004). Tem 65 anos e é casado com Maria Sales Lins.

* Colaborou Luiza Damé, repórter da Agência Brasil

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247