TJ-SP proíbe greve de caminhoneiros na Dutra e impõe multa

O TJ-SP estipulou multa de R$ 10 mil para pessoas físicas e R$ 100 mil para jurídicas em caso de descumprimento da medida

(Foto: Divulgação/PRF-RJ)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Tribunal de Justiça de São Paulo proibiu, nesta sexta-feira, 23, o fechamento da Rodovia Presidente Dutra, que faz o caminho São Paulo-Rio de Janeiro, pelos caminhoneiros, que anunciam greve para o dia 1º de fevereiro.

O TJ-SP estipulou multa de R$ 10 mil para pessoas físicas e R$ 100 mil para jurídicas em caso de descumprimento da medida.

A juíza Cláudia Vilibor Breda, na decisão, ordenou "a qualquer pessoa que venha a ser identificada que se abstenha de obstruir o tráfego nas pistas de rolamento da Rodovia Federal Presidente Dutra e também nas respectivas vias de acesso e de saída, sob pena de incorrer em crime de desobediência".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email