Justiça decreta prisão de bolsonarista que agrediu mesária no Pará

Um apoiador de Jair Bolsonaro foi preso neste domingo, 28, após causar tumulto tumulto na seção eleitoral e empurrar uma mesária que tentou impedi-lo de registrar o voto em um colégio eleitoral no bairro do Tenoné, em Belém; imagens divulgadas mostram uma tela da urna com o número 17 digitado e a mensagem de nulo. O eleitor achou ser uma fraude no processo eleitoral. Ele ainda filma outros eleitores na fila e diz que "estão falsificando as urnas, 17 está aparecendo nulo". Isso ocorre porque, no Pará, não há candidato para governador com o número 17

Justiça decreta prisão de bolsonarista que agrediu mesária no Pará
Justiça decreta prisão de bolsonarista que agrediu mesária no Pará

247 - Um apoiador de Jair Bolsonaro foi preso neste domingo, 28, após causar tumulto tumulto na seção eleitoral e empurrar uma mesária que tentou impedi-lo de registrar o voto em um colégio eleitoral no bairro do Tenoné, em Belém.

Imagens divulgadas mostram uma tela da urna com o número 17 digitado e a mensagem de nulo. O eleitor achou ser uma fraude no processo eleitoral. Ele ainda filma outros eleitores na fila e diz que "estão falsificando as urnas, 17 está aparecendo nulo". Isso ocorre porque, no Pará, não há candidato para governador com o número 17.

A juíza da 97ª Zona Eleitoral, Ana Patrícia Mendes, determinou a busca do eleitor para que ele seja autuado em flagrante. O TRE informou ainda que, caso a prisão não seja realizada em 24 horas, um inquérito será instaurado com as informações dos acontecimentos que foram registrados em ata.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247