Laura Carvalho: ameaças de Bolsonaro já limitam a democracia

A economista e professora da USP Laura Carvalho observa que a imprensa internacional "deu até mais destaque às ameaças feitas por Jair Bolsonaro aos seus opositores no discurso transmitido no domingo (21) do que ao vídeo em que seu filho descreve o fechamento do STF por "um soldado e um cabo""; para ela, os analistas que insistem em afirmar que as  instituições democráticas são fortes o suficiente para conter eventuais anseios autoritários, talvez seja o caso de contar mais uma novidade: quando se logra intimidar tanta gente, a democracia já está limitada"

Laura Carvalho: ameaças de Bolsonaro já limitam a democracia
Laura Carvalho: ameaças de Bolsonaro já limitam a democracia

247 - A economista e professora da Universidade de São Paulo Laura Carvalho observa, em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo, que a imprensa internacional "deu até mais destaque às ameaças feitas por Jair Bolsonaro aos seus opositores no discurso transmitido no domingo (21) do que ao vídeo em que seu filho descreve o fechamento do Supremo Tribunal Federal por "um soldado e um cabo"".

Para ela, o discurso feito pelo presidenciável de extrema direta, onde afirma que irá prender ou banir opositores caso seja eleito no segundo turno "parece querer afastar da cabeça dos brasileiros qualquer falsa impressão de que seremos plenamente livres para nos opor a suas ideias a partir de 1º de janeiro".

Em sua análise, "os tantos analistas que apostavam em uma vitória do centro nessas eleições e que diante da realidade que se impôs passaram a relevar essas ameaças sob o argumento de que nossas instituições democráticas são fortes o suficiente para conter eventuais anseios autoritários, talvez seja o caso de contar mais uma novidade: quando se logra intimidar tanta gente, a democracia já está limitada".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247