Lava Jato ignorou documentação da defesa e não ouviu testemunhas, diz advogado de Frei Chico

"Eu estou achando muito estranha essa denúncia. Ela não faz o menor sentido. Entregamos documentos que comprovam claramente que o Frei Chico prestava serviços à Odebrecht", declarou ao 247 o advogado Antônio Funari, que representa o irmão do ex-presidente Lula, denunciado pelo MPF-SP por corrupção passiva continuada acusado de receber "mesada" da Odebrecht em troca de favores oferecidos por Lula à empreiteira em seu governo

(Foto: Eduardo Matysiak)

247 - A denúncia da Lava Jato de São Paulo acusando Frei Chico, irmão do ex-presidente Lula, de receber 'mesada' da Odebrecht é "absurda" e ignora uma "farta documentação" entregue pela defesa, avalia o advogado Antônio Funari, que representa o sindicalista.

Em conversa com o 247, ele explicou que documentos entregues ao Ministério Público comprovam que Frei Chico trabalhou para a Odebrecht e que o caso corresponde a um período até antes de Lula ser presidente. Além disso, ele destacou que testemunhas indicadas pela defesa não foram ouvidas no processo. 

"Eu estou achando muito estranha essa denúncia. Ela não faz o menor sentido. Entregamos documentos que comprovam claramente que o Frei Chico prestava serviços à Odebrecht", declarou ao 247.

Frei Chico e Lula foram denunciados por corrupção passiva continuada. Segundo o MPF, o irmão do ex-presidente recebeu "mesada" da Odebrecht de R$ 3 a R$ 5 mil entre 2003 e 2015 como "parte de um 'pacote'de vantagens indevidas oferecidas a Lula, em troca de benefícios diversos obtidos pela Odebrecht junto ao governo federal".

Ao 247, Frei Chico disse que jamais recebeu mesada, e sim colaborou como consultor da Odebrecht. O irmão de Lula reforçou também que as testemunhas de defesa indicadas por ele para falar no processo nunca foram ouvidas.

A defesa do ex-presidente Lula chamou as acusações da Lava Jato de "descabidas". "Lula jamais ofereceu ao Grupo Odebrech qualquer 'pacote de vantagens indevidas', tanto é que a denúncia não descreve e muito menos comprova qualquer ato ilegal praticado pelo ex-presidente. [Ele] também jamais pediu qualquer vantagem indevida para si ou para qualquer de seus familiares", disse em nota o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247