Lewandowski decreta sigilo em todas as mensagens da Lava Jato na operação Spoofing

Segundo o jornalista Reinaldo Azevedo, decisão do ministro Ricardo Lewandowski abrange inclusive o acervo das mensagens hackeadas entre Sérgio Moro, Deltan Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato, já disponibilizado à defesa do ex-presidente Lula

Ricardo Lewandowski, Sergio Moro e Lula
Ricardo Lewandowski, Sergio Moro e Lula (Foto: STF | Agência Brasil | Ricardo Stucket)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), decretou nesta quinta-feira (28) sigilo em todas as informações relacionadas à operação Spoofing, que contêm as mensagens hackeadas dos procuradores da Operação Lava Jato, que originou a série de reportagens Vaza Jato. 

A informação foi divulgada pelo jornalista Reinaldo Azevedo. O ministro Lewandowski já havia concedido à defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acesso ao conteúdo integral das mensagens da Lava Jato. Porém a defesa de Lula recorreu ao STF alegando que não havia recebido o conteúdo integral das conversas.

As conversas, obtidas pelo site The Intercept Brasil, deram origem à série de reportagens conhecida como Vaza Jato. À CartaCapital, o STF informou que o sigilo determinado por Lewandowski foi solicitado pela defesa do ex-presidente Lula, que juntou aos autos documentos considerados pelos próprios advogados como sigilosos.

As mensagens apreendidas deveriam, segundo decisão tomada pelo ministro no fim de dezembro, ser compartilhadas com a defesa do petista. E o compartilhamento está mantido.

Em pedido ao ministro Lewandowski, o procurador Deltan Dallagnol entrou com pedido para o ministro reconsiderasse sua decisão de dar acesso às mensagens para a defesa de Lula. Segundo a jornalista Monica Bergamo, os ministros do STF ficaram surpresos com o pedido de Dallagnol.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email