Líder da Central de Movimentos Populares diz que verba de apenas R$ 200 milhões para as vítimas na Bahia, é "um escândalo"

"Enquanto durar esse governo, o povo vai depender da própria sorte", afirma Raimundo Bomfim

www.brasil247.com - Juliana Reis em meio a destroços de casa derrubada por enchente em Itambé, Bahia 28/12/2021
Juliana Reis em meio a destroços de casa derrubada por enchente em Itambé, Bahia 28/12/2021 (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)


247 - O coordenador nacional da Central de Movimentos Populares (CMP), Raimundo Bonfim, critica a verba anunciada pelo governo federal de ajuda à Bahia e diz que o povo vai depender da própria sorte enquanto durar a atual gestão, informa a jornalista Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

"É um escândalo Bolsonaro oferecer só R$ 200 milhões de socorro às vítimas das enchentes. A Mega-Sena da Virada vai pagar quase o dobro nesse fim de ano, R$ 350 milhões. Enquanto durar esse governo, o povo vai depender da própria sorte", afirma.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email