Lula cita helicóptero de cocaína e ironiza MP

No pronunciamento em que rebateu a denúncia do Ministério Público, o ex-presidente Lula ironizou o órgão ao dizer que "eles tinham provas de um helicóptero com 400kg de cocaína, mas não tinham convicção, então liberaram"; a denúncia de 2013 envolveu o nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG); a declaração de Lula foi uma referência às afirmações dos procuradores que admitiram não ter "provas cabais" contra Lula, mas "convicção" de que ele era o comandante do esquema

No pronunciamento em que rebateu a denúncia do Ministério Público, o ex-presidente Lula ironizou o órgão ao dizer que "eles tinham provas de um helicóptero com 400kg de cocaína, mas não tinham convicção, então liberaram"; a denúncia de 2013 envolveu o nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG); a declaração de Lula foi uma referência às afirmações dos procuradores que admitiram não ter "provas cabais" contra Lula, mas "convicção" de que ele era o comandante do esquema
No pronunciamento em que rebateu a denúncia do Ministério Público, o ex-presidente Lula ironizou o órgão ao dizer que "eles tinham provas de um helicóptero com 400kg de cocaína, mas não tinham convicção, então liberaram"; a denúncia de 2013 envolveu o nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG); a declaração de Lula foi uma referência às afirmações dos procuradores que admitiram não ter "provas cabais" contra Lula, mas "convicção" de que ele era o comandante do esquema (Foto: Ana Pupulin)

247 - O ex-presidente Lula fez uma referência irônica ao Ministério Público ao citar o caso do helicóptero de cocaína encontrado no Espírito Santo durante o pronunciamento em que rebateu a denúncia do Ministério Público apresentada contra ele, na tarde desta quinta-feira 15 em São Paulo.

"Eles tinham provas de um helicóptero com 400kg de cocaína, mas não tinham convicção, então liberaram", disse Lula, citando um artigo do jornalista Luis Nassif que fez a referência e provocando risos dos presentes. A denúncia do helicóptero, de 2013, envolveu o nome do senador Zezé Perrella (PTB-MG), amigo do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

A declaração de Lula foi uma referência irônica às afirmações dos procuradores do Ministério Público, que ao expor a denúncia contra Lula, admitiram não ter "provas cabais" de que ele era dono do triplex no Guarujá.

Deltan Dallagon repetiu por diversas vezes em sua fala, porém, que havia "convicção" do MP de que Lula era o "comandante" do esquema de corrupção na Petrobras.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247