Lula é alvo de fake news nas redes sobre suposta confissão

Está circulando na internet a informação falsa de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria confessado o crime de corrupção passiva no caso tríplex do Guarujá, pelo qual foi condenado sem provas a 12 anos e um mês de prisão; informação falsa foi compartilhada mais de 70 mil vezes no Facebook desde a última sexta, 5, e induz o leitor ao erro ao fazer interpretação equivocada do recurso apresentado pelo petista ao STJ

Lula é alvo de fake news nas redes sobre suposta confissão
Lula é alvo de fake news nas redes sobre suposta confissão (Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Está circulando na internet a informação falsa de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria confessado o crime de corrupção passiva no caso tríplex do Guarujá, pelo qual foi condenado sem provas a 12 anos e um mês de prisão.

Conforme o Estado de S. Paulo, a informação falsa foi compartilhada mais de 70 mil vezes no Facebook desde a última sexta, 5, e induz o leitor ao erro ao fazer interpretação equivocada do recurso apresentado pelo petista ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

No Recurso Especial impetrado no STJ, a defesa não confessa nenhum crime. Os advogados argumentam que o Ministério Público Federal (MPF) classificou a suposta ocultação do tríplex como lavagem de dinheiro quando a ação deveria ser enquadrada como um desdobramento do crime de corrupção passiva.

A defesa diz que o ex-presidente foi julgado duas vezes pelo mesmo crime e pede a revisão da sentença. O recurso de Lula deverá ser analisado pela Quinta Turma do STJ nos próximos dias.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247