Lula prepara seu pronunciamento mais duro contra Bolsonaro para o 1º de Maio

A recalibragem de tom atende a apelos de parlamentares do PT, depois que o partido decidiu apoiar o 'Fora Bolsonaro', e tudo indica que ocorrerá no Primeiro de Maio, dia do trabalhador, data que Lula costuma participar de atos públicos

Lula no Congresso Nacional do PT
Lula no Congresso Nacional do PT (Foto: Pedro Stropasolas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após reunião com a cúpula do Partido dos Trabalhadores, o ex-presidente Lula decidiu subir o tom e prepara um duro discurso contra Bolsonaro já para o Primeiro de Maio, informa a colunista Bela Megale, do jornal O Globo. A subida de tom visa tirar o caráter de imobilismo que ainda toma conta de amplos setores da esquerda brasileira, além de restituir a gravidade da situação sanitária e econômica do país. 

A informação corrente é que, com a proibição de aglomerações devido à pandemia do coronavírus, o discurso será online.

“Na reunião desta terça com deputados e senadores, o ex-presidente disse que se sentia mais à vontade para falar ao público diante da decisão do partido de aderir ao “Fora Bolsonaro”. Há cerca de duas semanas, parte do PT vinha pressionando os dirigentes para que o partido adotasse uma posição mais dura em relação ao presidente. O consenso veio após o último domingo (19), quando Bolsonaro discursou em um ato em Brasília em que dezenas de manifestantes pediam a intervenção militar”, diz a nota da jornalista.

A presidente nacional do PT afirmou: “Lula é a principal voz pública que temos, o povo confia nele, por isso, é importante que ele faça uma manifestação. A bancada pediu que Lula fizesse um posicionamento mais formal. Ele ficou de avaliar, mas tudo indica que fará.”

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247