Mais de meio milhão de pessoas já assinaram pedido de impeachment de 3 ministros do STF

Lançado na semana passada, um abaixo-assinado pedindo o impeachment dos ministros do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli, Ricardo Lewandovski e Gilmar Mendes já superou a marca de meio milhão de assinaturas; no fim da tarde desta segunda-feira 8, eram contabilizadas 524 mil assinaturas, ante uma expectativa inicial de 300 mil; o motivo: os recentes votos dos magistrados pela soltura do ex-ministro José Dirceu e do empresário Eike Batista

toffoli, lewandowski, gilmar
toffoli, lewandowski, gilmar (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rodrigo Tolotti Umpieres, do Infomoney - Lançado na semana passada, um abaixo-assinado pedindo o impeachment dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandovski já superou a marca de meio milhão de assinaturas. No fim da tarde desta segunda-feira (8) eram contabilizadas 524 mil assinaturas, ante uma expectativa inicial de 300 mil.

"Os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandovski proferiram diversas vezes decisões que contrariam a lei e a ordem constitucional. A recente soltura de Réus como José Dirceu (os três ministros votaram a favor) e Eike Batista (habeas corpus foi concedido por Gilmar Mendes) demonstra o descaso com o crime continuado e a obstrução à justiça que, soltos, eles representam", diz o texto da petição.

Com a grande adesão em tão pouco tempo, a meta mais que dobrou: agora os criadores buscam 1 milhão de assinaturas, para então entregar ao Senado Federal. Vale destacar, porém, que petições on-line não têm, necessariamente, validade jurídica, mas servem como pressão popular.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247