Mandetta defende SUS, ciência e diz que demissão é ‘problema insignificante’

O agora ex-ministro da Saúde sai se dizendo “muito agradecido”, inclusive “ao presidente”, mas principalmente à equipe. E afirma que "nada tem significado que não seja uma defesa intransigente da vida, do SUS e da ciência", que "alimentam a verdade"

Ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta
Ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na última entrevista coletiva da qual participou como ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta agradeceu um a um todos os integrantes da equipe da pasta, citando seus nomes e histórias bem humoradas, e agradeceu também “ao presidente”.

“Deixo esse ministério muito agradecido. Sei que deixo aqui a melhor equipe. Trabalhem para ele como trabalharam para mim. Ajudem, não meçam esforços”, afirmou aos servidores.

Quanto à demissão, tratou como um “problema insignificante” e defendeu a ciência como solução para sair da crise do coronavírus.

“Esse problema é insignificante. Nada tem significado que não seja uma defesa intransigente da vida, do SUS e da ciência. Fiquem nos três pilares. Eles pilares alimentam a verdade. A ciência é a luz. Através dela é que nós vamos sair”, disse.

Mudando seu discurso, uma vez que já fez críticas duras a jornalistas no passado, Mandetta hoje fez elogios à imprensa, que segundo ele “sempre foi parceira da verdade”. “Sem vocês, com certeza o País não teria chegado nessa primeira etapa”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247