Marco Aurélio defende que MP recorra ao STF para plenário da Corte julgar censura

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello defendeu que o órgão analise em plenário o caso envolvendo a censura imposta pelo ministro Alexandre de Moraes a sites de notícias; segundo Mello, o MPF precisa recorrer ao STF; "Creio que as matérias chegarão ao que entendo como Supremo, o plenário. Então, teremos crivo definitivo. O MP deve provocá-lo"

Marco Aurélio defende que MP recorra ao STF para plenário da Corte julgar censura
Marco Aurélio defende que MP recorra ao STF para plenário da Corte julgar censura (Foto: ABR)

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello defendeu nesta quinta-feira (18) que o órgão analise em plenário o caso envolvendo a censura imposta pelo ministro Alexandre de Moraes a sites de notícias. Segundo Mello, o Ministério Público Federal precisa recorrer ao STF.

"Creio que as matérias chegarão ao que entendo como Supremo, o plenário. Então, teremos crivo definitivo. O MP deve provocá-lo", afirmou o ministro ao Blog de Andreia Sadi.

Na avaliação do ministro, a condução do caso pelos colegas Alexandre de Moraes e Dias Toffoli está errada. "Precisam tirar o pé do acelerador. O excesso de autoestima é prejudicial".

Moraes rejeitou o pedido da procuradora geral da República, Raquel Dodge, para arquivar o inquérito, mas, de acordo com o blog, há um movimento nos bastidores pressionando a chefe da PGR a recorrer ao plenário do STF.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247