Marcos Pontes mente ao anunciar como obra de Bolsonaro ação realizada por Dilma

"Astronauta", como é chamado por Bolsonaro, anunciou com pompa destinação de R$ 2 milhões e a reinauguração da base brasileira na Antártica, que foi destruída por incêndio em 2012 e teve projeto de reconstrução contratado ainda no governo Dilma, ao custo de US$ 99,7 milhões

(Foto: ABr | 247)

Portal Forum - O ministro da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, divulgou fake news nas suas redes sociais nesta segunda-feira (13) capitalizando para o chefe, Jair Bolsonaro, os dividendos da obra de reconstrução da Estação Antártica Comandante Ferraz, que foi contratada em 31 de agosto de 2015, durante o governo Dilma Rousseff (PT). A informação consta no site da Marinha Brasileira.

Entre vídeos e imagens da estação no Twitter, Marcos Pontes diz que em 2019 o governo Jair Bolsonaro colocou R$ 2 milhões em recursos na base brasileira e anunca com pompas a reinauguração da Estação, que foi destruída por um incêndio na madrugada do dia 25 de fevereiro de 2012.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247