Mariz, amigo de Temer, rejeita convite e desiste de embarcar na canoa furada

O advogado criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira declinou nesta segunda-feira 6 a possibilidade de assumir qualquer cargo no governo Michel Temer; "Eu estava pensando, consultei meus sócios e meus familiares e concluí que não posso ir à Brasília, receber pelo governo. Não posso trabalhar para esse governo, nem para nenhum outro governo. Isso traria dificuldades para o meu escritório e para a minha família e impactaria em questões que não quero abrir mão", comentou

O advogado Mariz de Oliveira
O advogado Mariz de Oliveira (Foto: Gisele Federicce)

247 - Amigo de Michel Temer há 40 anos e considerados um dos melhores advogados do Brasil, o criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira declinou nesta segunda-feira 6 a possibilidade de assumir qualquer cargo no governo federal.

"Eu estava pensando, consultei meus sócios e meus familiares e concluí que não posso ir à Brasília, receber pelo governo. Não posso trabalhar para esse governo, nem para nenhum outro governo. Isso traria dificuldades para o meu escritório e para a minha família e impactaria em questões que não quero abrir mão", explicou.

Mariz foi cogitado para assumir o ministério da Justiça, mas por ser um crítico ferrenho de excessos da Operação Lava Jato, a ideia não vingou. Em sua avaliação, os investigadores violaram os direitos individuais e de defesa ao adotar práticas como prisões preventivas de suspeitos e delações premiadas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247