Mello Franco: Damares defendeu governo de igrejas evangélicas

"A futura ministra dos Direitos Humanos, pastora Damares Alves, considera que "as instituições piraram" e que "chegou o momento" de as igrejas evangélicas governarem o Brasil", destaca o jornalista Bernardo Mello Franco; ele também destaca o obscurantismo de Damares ao observar que, segundo ela, somente uma instituição "não pirou"; "As instituições piraram nesta nação. Mas há uma instituição que não pirou. E esta nação só pode contar com essa instituição agora. É a igreja de Jesus", observa

Mello Franco: Damares defendeu governo de igrejas evangélicas
Mello Franco: Damares defendeu governo de igrejas evangélicas

247 - "A futura ministra dos Direitos Humanos, pastora Damares Alves, considera que "as instituições piraram" e que "chegou o momento" de as igrejas evangélicas governarem o Brasil", destaca o jornalista Bernardo Mello Franco em sua coluna no jornal O Globo. "As instituições piraram nesta nação. Mas há uma instituição que não pirou. E esta nação só pode contar com essa instituição agora. É a igreja de Jesus", disse a futura ministra em um vídeo gravado durante um culto evangélico em 2016.

Franco frisa que em sua pregação, Damares, que é assessora do senador Magno Malta (PR-ES), afirmou que era chegado o momento da "igreja governar" e criticou o Supremo Tribunal Federal (STF) por discutir temas como a descriminalização do porte de drogas para consumo próprio e o aborto. "Eles estão lá querendo decidir se legaliza ou não o porte de droga. E quem legaliza o porte, legaliza o consumo, porque para portar, alguém vai ter que comprar. Palhaçada", disse Damares na ocasião.

"Em outra passagem, a nova ministra disse que a escola "não é mais lugar seguro" e que as crianças só estão protegidas nas igrejas evangélicas", ressalta Franco.

Leia a íntegra da coluna.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247