Membros do Poder Judiciário reclamam de operações 'oportunistas' e 'midiáticas' da Polícia Federal

A Polícia Federal realizou nos últimos dias operações contra governadores e parlamentares, provocando críticas, que já foram apresentadas ao ministro da Justiça. Membros do Poder Judiciário consideram que essas operações têm caráter oportunista e midiático

www.brasil247.com -
(Foto: Cristina Índio do Brasil/Agência Brasil)


247 - O ministro da Justiça, André Mendonça, recebeu reclamações de ministros de tribunais superiores sobre a atuação da Polícia Federal nas operações realizadas nos últimos dias.

As reclamações se voltam contra o caráter midiático das ações e o oportunismo das investigações, informa o Painel da Folha de S.Paulo. 

Os magistrados estão sugerindo um código de conduta sobre horário, trajes e carros utilizados nas operações contra governadores e parlamentares.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mendonça foi refratário às críticas, vai abordar o assunto com o diretor-geral da PF. As operações envolvendo governadores foram autorizadas por ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça). No caso do PSDB, as decisões saíram da primeira instância.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Senado e a Câmara também decidiram reagir às investigações, tentando impedir medidas de busca dentro do Congresso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email