Mercadante: golpe é um fracasso econômico, social, político e moral

O ex-senador e ex-ministro da Casa Civil do governo Dilma Rousseff, Aloizio Mercadante, afirmou nesta quarta-feira, 27, que o golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff fracassou em todas as promessas que fez; segundo ele, a retomada da economia do Brasil dependerá da reconstrução de um amplo mercado interno de consumo e na volta do crédito e investimentos públicos; "Para isso, é imprescindível derrotar o golpe e seus representantes e eleger um governo com credibilidade, respaldo popular e que devolva o protagonismo internacional do país e a autoestima do povo"

O ex-senador e ex-ministro da Casa Civil do governo Dilma Rousseff, Aloizio Mercadante, afirmou nesta quarta-feira, 27, que o golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff fracassou em todas as promessas que fez; segundo ele, a retomada da economia do Brasil dependerá da reconstrução de um amplo mercado interno de consumo e na volta do crédito e investimentos públicos; "Para isso, é imprescindível derrotar o golpe e seus representantes e eleger um governo com credibilidade, respaldo popular e que devolva o protagonismo internacional do país e a autoestima do povo"
O ex-senador e ex-ministro da Casa Civil do governo Dilma Rousseff, Aloizio Mercadante, afirmou nesta quarta-feira, 27, que o golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff fracassou em todas as promessas que fez; segundo ele, a retomada da economia do Brasil dependerá da reconstrução de um amplo mercado interno de consumo e na volta do crédito e investimentos públicos; "Para isso, é imprescindível derrotar o golpe e seus representantes e eleger um governo com credibilidade, respaldo popular e que devolva o protagonismo internacional do país e a autoestima do povo" (Foto: Aquiles Lins)

247 - O ex-senador e ex-ministro da Casa Civil do governo Dilma Rousseff, Aloizio Mercadante, afirmou nesta quarta-feira, 27, que o golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff fracassou em todas as promessas que fez. 

"O Brasil ficou menor com o golpe, que é um completo fracasso econômico, social, político e moral. O governo sem votos de Michel Temer é um anão diplomático e implantou uma política de arrocho fiscal permanente, com a PEC 95 de teto declinante dos gastos públicos e cortou investimentos em programas sociais, o que gerou restrições severas ao crescimento", disse Mercadante, em nota ao 247. 

Segundo Mercadante, a retomada da economia do Brasil dependerá da reconstrução de um amplo mercado interno de consumo e na volta do crédito e investimentos públicos. "Para isso, é imprescindível derrotar o golpe e seus representantes e eleger um governo com credibilidade, respaldo popular e que devolva o protagonismo internacional do país e a autoestima do povo", diz ele. 

Leia a nota na íntegra:

"O Brasil ficou menor com o golpe, que é um completo fracasso econômico, social, político e moral. O governo sem votos de Michel Temer é um anão diplomático e implantou uma política de arrocho fiscal permanente, com a PEC 95 de teto declinante dos gastos públicos e cortou investimentos em programas sociais, o que gerou restrições severas ao crescimento. Junto com isso, estão comprometendo os investimentos futuros, com a privatização dos recursos estratégicos do pré-sal e com restrições ao acesso ao crédito público, por meio do esvaziamento do papel dos bancos públicos, como BNDES, Banco do Brasil e Caixa.

Além disso, temos os impactos econômicos da Operação Lava Jato. Como não foram adotadas medidas protetivas para as empresas investigadas, tivemos a perda de R$ 120 bilhões de faturamento e a falência de 601 empresas no setor da construção civil, em 2016.

A retomada da economia do Brasil dependerá da reconstrução de um amplo mercado interno de consumo de massa e na volta do crédito e investimentos públicos. Para isso, é imprescindível derrotar o golpe e seus representantes e eleger um governo com credibilidade, respaldo popular e que devolva o protagonismo internacional do país e a autoestima do povo.

Todos nós sabemos que, como indicam todas as pesquisas, a liderança capaz de reunir todas essas características e fazer o Brasil voltar a crescer e o povo ser feliz de novo se chama Lula. Então, Lula livre, Lula Lá e Sempre 13!

Aloizio Mercadante"

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247