Metade dos jovens que querem fazer faculdade depende do governo

Pesquisa feita pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), divulgada nesta quarta-feira, 20, mostra que 50,5% dos estudantes brasileiros disseram não ter recursos para pagar uma faculdade particular e esperam contar com o Programa Universidade para Todos (Prouni) e 50,3%, com o Financiamento Estudantil (Fies); 71,9% deles cursaram o ensino médio em escolas públicas e 62,9% deles acreditam que os estudantes de escolas públicas não têm as mesmas condições que os alunos das particulares para ter acesso às universidades públicas

Pesquisa feita pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), divulgada nesta quarta-feira, 20, mostra que 50,5% dos estudantes brasileiros disseram não ter recursos para pagar uma faculdade particular e esperam contar com o Programa Universidade para Todos (Prouni) e 50,3%, com o Financiamento Estudantil (Fies); 71,9% deles cursaram o ensino médio em escolas públicas e 62,9% deles acreditam que os estudantes de escolas públicas não têm as mesmas condições que os alunos das particulares para ter acesso às universidades públicas
Pesquisa feita pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), divulgada nesta quarta-feira, 20, mostra que 50,5% dos estudantes brasileiros disseram não ter recursos para pagar uma faculdade particular e esperam contar com o Programa Universidade para Todos (Prouni) e 50,3%, com o Financiamento Estudantil (Fies); 71,9% deles cursaram o ensino médio em escolas públicas e 62,9% deles acreditam que os estudantes de escolas públicas não têm as mesmas condições que os alunos das particulares para ter acesso às universidades públicas (Foto: Aquiles Lins)

247 - Pesquisa feita pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), divulgada nesta quarta-feira, 20, mostra que 50,5% dos estudantes brasileiros que disseram querer curso o nível superior nos próximos três anos não têm recursos para pagar uma faculdade particular.

Dentro deste grupo que pretende cursar uma graduação, 57,9% dos jovens esperam contar com o Programa Universidade para Todos (Prouni) e 50,3%, com o Financiamento Estudantil (Fies).

Levantamento é divulgado no momento em que o governo interino de Michel Temer apresenta medidas que dificultam o acesso ao Fies. Desde que assumiu, o ministro interino da Educação, Mendonça Filho já anunciou o corte de 90 mil vagas do Fies (leia aqui), e disse que parte da remuneração destinada aos bancos será custeada pelas faculdades que participam do programa. As entidades afirmam que a mudança deve gerar impacto no reajuste das mensalidades já no ano que vem (leia mais).

Foram ouvidos 1.000 jovens de 18 a 30 anos, com ensino médio completo, de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis, Salvador, Fortaleza, Manaus, Recife e Belém. 71,9% deles cursaram o ensino médio em escolas públicas e 62,9% deles acreditam que os estudantes de escolas públicas não têm as mesmas condições que os alunos das particulares para ter acesso às universidades públicas.

A pesquisa mostrou que o sonho do nível superior ainda está vinculado aos diplomas mais tradicionais. Em uma listagem de 20 cursos, a faculdade mais desejada é a de medicina (12,7% dos entrevistados), seguida por direito (11,1%) e engenharia (10,9%) em terceiro lugar. Apenas 15,1% responderam que desejam fazer algum curso na área de licenciatura.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247