Ministério da Defesa pede R$ 9,2 bi para comprar caças, lançadores de foguetes e submarinos nucleares em 2021

Ministério da Defesa quer ampliar de R$ 6,7 bilhões para R$ 9,2 bilhões o orçamento do próximo ano para reequipar as Forças Armadas, um incremento de 37%

Fachada do Ministério da Defesa
Fachada do Ministério da Defesa (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério da Defesa quer ampliar de R$ 6,7 bilhões para R$ 9,2 bilhões o orçamento do próximo ano para reequipar as Forças Armadas. O aumento de 37% seria destinado a projetos considerados prioritários pelos militares, como a aquisição de aviões de caça, lançadores de foguetes e submarinos movidos a propulsão nuclear. Neste ano, a pasta de Defesa já recebeu R$ 3 bilhões da previsão orçamentária para estes projetos. 

Segundo reportagem do jornal O Globo, o Ministério da Defesa incluiu na Política Nacional de Defesa (PND) e na Estratégia Nacional de Defesa (END) a elevação do orçamento do setor para 2% do Produto Interno Bruto (PIB). Caso este aumento já estivesse em vigor, o gasto total do setor militar teria chegado a R$ 146 bilhões em 2019¸R$ 49,1 bilhões a mais do que o registrado. 

O projeto do Orçamento da União para o próximo exercício deverá ser encaminhado ainda mês ao Congresso. Segundo a reportagem, apesar da intenção de aumento dos gastos militares, os valores seriam destinados a bancar projetos que já estão em andamento. O valor pretendido, porém, encontra resistências junto ao Ministério da Economia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247