Ministro faz reunião com madeireiros em RO, onde um caminhão do Ibama foi incendiado

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, visitou Espigão D'Oeste (RO) e se reuniu com madeireiros para ouvir as reivindicações da categoria; a visita ao estado acontece 13 dias após um caminhão do Ibama ser incendiado; desde a operação do instituto na cidade, mais de 70 empresas foram proibidas de continuar com a produção madeireira na região

(Foto: Marcelo Camargo/ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, visitou Espigão D'Oeste (RO) nesta quarta-feira (17) e se reuniu com madereiros para ouvir as reivindicações da categoria. A visita ao estado acontece 13 dias após um caminhão do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) ser incendiado em uma operação. Desde a operação do Ibama em Espigão em 4 de julho, mais de 70 empresas foram proibidas de continuar com a produção madeireira na região. O governador do estado, Marcos Rocha (PSL), acompanhou o ministro.

No encontro com os madeireiros no Centro Cultural de Espigão, o ministro afirmou que reconhece a importância da produção madeireira no estado e os órgãos fiscalizadores avaliarão os pedidos feitos pela categoria.

"A visita a Rondônia é acompanhada do Ibama, que vai aproveitar para rever a questão dos documentos de empresas da região. Nossa vontade é de um bom diálogo entre o setor produtivo e a fiscalização", diz.



Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247