Moro desconversa sobre caso Queiroz: “não cabe ao ministro da Justiça”

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, desconversou sobre as investigações das movimentações atípicas de R$ 1,2 milhão do ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL) Fabrício de Queiroz; ele afirmou que “isso não cabe ao ministro da Justiça ou da Segurança Pública”; “Cabe garantir que os órgãos de investigação possam agir com a necessária autonomia”, disse

Moro desconversa sobre caso Queiroz: “não cabe ao ministro da Justiça”
Moro desconversa sobre caso Queiroz: “não cabe ao ministro da Justiça” (Foto: Esq.: José Cruz - ABR)

247 - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, desconversou sobre as investigações das movimentações atípicas de R$ 1,2 milhão do ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL) Fabrício de Queiroz e disse que o presidente Jair Bolsonaro “apresentou as explicações no que se refere ao que foi identificado ali especificamente relacionado ao eventual nome dele”.

Em entrevista a Globonews na noite desta terça-feira (15), Moro não citou o nome de Fabrício Queiroz em nenhum momento e também afirmou que “isso não cabe ao ministro da Justiça ou da Segurança Pública”. “Cabe garantir que os órgãos de investigação possam agir com a necessária autonomia”, disse.

“Esse indivíduo era funcionário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Foi identificada essa movimentação atípica e isso tem que ser esclarecido. Mas tem que ser esclarecido perante os órgãos competentes. Não posso avocar o caso para o Ministério da Justiça”, acrescentou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247