MP de Temer para venda de terras contraria militares, que veem Brasil à deriva

Uma forte resistência à publicação do texto da medida provisória do governo Temer vem dos militares lotados no ministério da Defesa, que consideram a proposta um risco à soberania nacional ao abrir a possibilidade de empresas e cidadãos estrangeiros controlarem parcelas do território consideradas estratégicas para a defesa de um País

Uma forte resistência à publicação do texto da medida provisória do governo Temer vem dos militares lotados no ministério da Defesa, que consideram a proposta um risco à soberania nacional ao abrir a possibilidade de empresas e cidadãos estrangeiros controlarem parcelas do território consideradas estratégicas para a defesa de um País
Uma forte resistência à publicação do texto da medida provisória do governo Temer vem dos militares lotados no ministério da Defesa, que consideram a proposta um risco à soberania nacional ao abrir a possibilidade de empresas e cidadãos estrangeiros controlarem parcelas do território consideradas estratégicas para a defesa de um País (Foto: Gisele Federicce)

Da CartaCapital - Na contramão da opinião de parte das Forças Armadas, o governo Michel Temer estuda publicar uma Medida Provisória para regulamentar a venda de terras para estrangeiros.

O objetivo da gestão peemedebista é abrir o mercado rural a investidores de outros países, numa tentativa de reverter a crise econômica.

A pedido da Casa Civil, a Advocacia-Geral da União elaborou nos últimos dias o texto dessa MP, que pode ganhar força imediata de lei se for publicada pelo presidente da República, o que tornaria a medida válida em todo território nacional na mesma data.

O Palácio do Planalto só não bateu o martelo quanto à publicação do texto por conta das pressões exercidas por militares e de negociações com parlamentares da base aliada, que têm sugerido alternativas.

Confira a íntegra da reportagem da CartaCapital, que divulga a íntegra do texto da MP.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247