MP foi editada quando Lula não era mais presidente

A assessoria do instituto Lula divulgou nota nesta sexta (11) na qual informa que o ex-presidente "não tem qualquer relação com os fatos investigados" pela Operação Zelotes; Lula será convocado para depor pela Polícia Federal para responder sobre a suposta compra de medidas provisórias; "A Medida Provisória em questão foi editada e aprovada pelo Congresso em 2013, quando ele não era mais presidente da República", pontua a nota

A assessoria do instituto Lula divulgou nota nesta sexta (11) na qual informa que o ex-presidente "não tem qualquer relação com os fatos investigados" pela Operação Zelotes; Lula será convocado para depor pela Polícia Federal para responder sobre a suposta compra de medidas provisórias; "A Medida Provisória em questão foi editada e aprovada pelo Congresso em 2013, quando ele não era mais presidente da República", pontua a nota
A assessoria do instituto Lula divulgou nota nesta sexta (11) na qual informa que o ex-presidente "não tem qualquer relação com os fatos investigados" pela Operação Zelotes; Lula será convocado para depor pela Polícia Federal para responder sobre a suposta compra de medidas provisórias; "A Medida Provisória em questão foi editada e aprovada pelo Congresso em 2013, quando ele não era mais presidente da República", pontua a nota (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A assessoria do instituto Lula divulgou nota nesta sexta-feira (11) na qual informa que o ex-presidente "não tem qualquer relação com os fatos investigados" pela Operação Zelotes. Lula será convocado para depor pela Polícia Federal para responder sobre a suposta compra de medidas provisórias.

"A Medida Provisória em questão foi editada e aprovada pelo Congresso em 2013, quando ele não era mais presidente da República. Mesmo sem ter sido notificado oficialmente para depor, Lula estará, como sempre esteve, à disposição das autoridades para contribuir com o esclarecimento da verdade", completa a nota da assessoria de imprensa do Instituto Lula.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email